Asfalto

Ação inédita do Observatório Social questiona espessura do asfalto aplicada pelo Governo Municipal de São José

Comentários (2)
  1. Felipe disse:

    Quando estavam asfaltando as ruas do bairro Floresta, há um ano e pouco, eu presenciei o absurdo dos absurdos. O dono daquela malharia, próxima ao residencial Torres del Paine, me disse que o operador do rolo compactador de asfalto perguntou para ele, morador da rua, onde ficava o encanamento de água e esgoto, para que ele pudesse cuidar quando fosse passar com o rolo!
    Isso mesmo .. o operário não tinha uma planta da rua! Não consigo imaginar tamanha incompetência. Além da corrupção endêmica, é um hábito extremamente arraigado em nosso país, o costume de fazer o serviço mal-feito.

  2. Augusto disse:

    Essa sem duvida é uma ótima ação, é sabido que empreiteiras estão enriquecendo com práticas pouco ortodoxa em suas obras, aqui, teve um vereador petista, que dizia que era necessário gastar 100 mil reais para contratar uma empresa para auditar essas obras, fazendo teste do pavimento para analisar composição, espessura e tudo o mais que fosse necessário, na época eu disse que precisaria de apenas: Boa vontade para o vereador ir até a obra, utilizando uma câmera fotográfica e uma escala. As imagens já seriam suficientes para provar que o contrato não estaria sendo cumprido.

Deixar resposta

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *.